Bancos

Itaú Unibanco

Sindicato e Feeb percorrem agências do Itaú

Postado: 14/08/2019 - 15:04

O Itaú, maior banco privado do país, fecha agências e corta funcionários. Para chamar a atenção sobre a movimentação da empresa que no primeiro semestre lucrou R$ 13,87 bilhões e prestar esclarecimento aos bancários sobre o PDV, diretores do Sindicato e da Federação da Bahia e Sergipe realizam ciclo visitas às unidades. 


Muitos trabalhadores têm sofrido pressão para aderir ao Programa de Demissão Voluntária. Mas, o funcionário não deve cair nessa. Antes de qualquer decisão é fundamental ler atentamente todos os termos, para evitar perdas de direitos.


O Itaú quer desligar 6,9 mil bancários com o PDV. O prazo para adesão acaba no dia 31 de agosto. Tem prioridade a pessoa com mais de 55 anos, que estava afastado por doença do trabalho e está em estabilidade após alta do INSS ou integrante de Cipa (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes).


Para o plano de saúde, o banco oferece duas opções. Em uma, a assistência médica será mantida por 5 anos e o trabalhador receberá meio salário para cada ano na empresa, sem ultrapassar o limite de 6 salários. Já na outra, a remuneração será de meio salário para cada ano no banco não ultrapassando o limite de 10 salários. Neste caso, poderá usufruir do plano por 2 anos.  


Durante as conversas desta quarta-feira (14/08), realizadas nas agências Iguatemi, avenida Tancredo Neves, Pituba e Itapuã, os diretores também ressaltaram que, no atual momento de ataques às entidades sindicais, manter a unidade é fundamental. Os direitos dos trabalhadores estão em jogo.