Bancos

Itaú Unibanco

Itaú demite funcionários afastados. Um absurdo

Postado: 24/07/2019 - 12:53

Sem negociar nenhum critério com o movimento sindical, o Itaú demitiu mais de 50 funcionários em todo o país. As demissões aconteceram quando os bancários afastados retornaram ao trabalho, após pente-fino do governo nos benefícios pagos pelo INSS (Instituto Nacional de Seguro Social). 


Até o momento, em Salvador quatro funcionários foram demitidos. O banco aguarda o prazo da estabilidade para desligar. Alguns voltam à agência acreditando que vão trabalhar, mas, na realidade, é apenas para assinar a demissão. Total desrespeito.  


Os sindicatos estão preocupados e aguardam um posicionamento do Itaú sobre as demissões unilaterais em massa. O banco ainda não deu a mínima explicação sobre a situação. 


Nada justifica as arbitrariedade do maior banco privado do país, que fechou 2018 com lucro líquido de R$ 25,7 bilhões. Recorde que deve ser mantido neste ano. O balanço do primeiro trimestre, de R$ 6,9 bilhões, é uma mostra. Mesmo assim demite, em 2019 foram cerca de 600, e fechada agências. Em 2019, quase 100 unidades tiveram as atividades encerradas.