Bancos

Safra

Palestra no Safra discute assédio moral

Postado: 09/11/2017 - 19:05

O assédio moral e os danos causados ao trabalhador são assuntos que merecem atenção de toda a sociedade. O Sindicato dos Bancários da Bahia está sempre vigilante e cobrando dos bancos uma política eficaz contra a prática. As boas iniciativas também são bem vistas.  

Na manhã desta quinta-feira (09/11), inclusive, os diretores da entidade participaram de uma palestra sobre Combate ao Assédio moral, promovida pela Superintendência de RH e Relações Sindicais do Safra, na unidade do Comércio, em Salvador.

À tarde, o evento aconteceu na agência Iguatemi e contou com a participação do presidente do Sindicato, Augusto Vasconcelos. "Os bancários estão entre as categorias que mais adoecem em decorrência da pressão por metas. Os cuidados com a saúde do trabalhador é nossa prioridade", disse.

A fiscalização sindical é necessária para cobrar dos bancos condutas éticas, que coíbam o assédio moral no ambiente de trabalho. Sobretudo, no que diz respeito às cobranças de metas, maior causador de doenças psíquicas. Estudo realizado do MPT (Ministério Público do Trabalho) mostra que 78% das denúncias recebidas entre 2012 e 2014 foram relacionadas à prática. 

"O combate ao assédio que adoece e mutila é fundamental e precisa contar não só com ação sindical. Os trabalhadores devem estar conscientes no local de trabalho, obrigando o patrão a ter uma postura corretiva diante desses casos", afirma o diretor regional do SBBA, Reinaldo Martins.