Bancos

Safra

Dono do banco Safra é réu na Justiça

Postado: 28/04/2016 - 08:19

Mais um passo foi dado nas investigações sobre o caso de propina paga pelo dono do banco Safra, Joseph Safra, a servidores para influenciar em decisões no Carf (Conselho Administrativo de Recursos Fiscais) da Receita Federal. 
 
A Justiça brasileira acaba de aceitar a denúncia da Procuradoria da República no Distrito Federal, que acusa o banqueiro de pagar R$ 15,3 milhões a funcionários da Receita para retirar multas da JS Administração de Recursos, um dos braços do grupo, que chegavam a R$ 1,8 bilhão em valores atuais. A soma representa 42,6% do capital social da empresa.
 
Agora, o banqueiro, segundo da lista dos mais ricos da revista Forbes em 2015, deve explicações à Justiça por crime de corrupção. Se não participou diretamente dos desvios, os procuradores atestam que Safra, pelo menos, era cúmplice das irregularidades.