Bancos

Safra

No Safra, bancário trabalha de graça

Postado: 08/03/2016 - 17:07

Os bancários do Safra têm se queixado de que o banco os obriga a trabalhar dia de sábado, de 9h às 13h, sem qualquer remuneração. O funcionário só recebe quando bate a meta. Não alcançou, fica a ver navios.
 
Além da falta de pagamento, há outro agravante. Os trabalhadores só souberam da existência da meta no fim do mês, o que torna ainda mais difícil o alcance. 
 
Outro problema é que no segmento empresas, a gerência geral tem impedido que os empregados almocem na copa. A justificativa é de que o banco fornece tíquete alimentação, por isso, os bancários devem comer na rua.