Notícia

[ Santander cancela as doações e culpa sindicatos ]

Santander cancela as doações e culpa sindicatos 

Postado dia: 13/02/2020 - 10:46

Depois de tentar obrigar os funcionários a fazerem caridade em nome do banco, o Santander cancelou todas as doações e acusa o movimento sindical pela interrupção. Ou seja, além de se mostrar autoritária, a empresa ainda usa do cinismo para ludibriar as pessoas.


Em nota enviada aos funcionários nesta terça-feira (12/02), o banco espanhol disse que não poderia seguir com o "modelo proposto" por causa das ações movidas pelos sindicatos, e que o valor de 1% que seria descontado do salário dos trabalhadores seria semelhante à contribuição sindical. 
 

A postura é imprudente, porque além de jogar para os sindicatos, o Santander ainda tenta criar uma rivalidade entre representantes e trabalhadores. Absurdo. Sem falar que, mesmo interrompendo as doações, o banco continua contrariando a decisão judiciária favorável aos sindicatos, a qual só permite o desconto em caso de autorização expressa dos funcionários.
 

Ao invés de pressionar e assediar os trabalhadores descontando compulsoriamente dos salários, o banco deveria se mostrar mais solidário e destinar apenas 1% do lucro no país. Não faria falta, já que a empresa fechou 2019 com lucro líquido de R$ 14,5 bilhões. Pura usura.