Notícia

[Bancos fecham agências por concorrência digital]

Bancos fecham agências por concorrência digital

Postado dia: 21/01/2020 - 10:05

Diante da multiplicação dos bancos digitais, os tradicionais que ainda possuem agências físicas estão fechando as unidades. Como solução, os cincos gigantes do setor financeiro no país – Itaú, Bradesco, Banco do Brasil, Santander e Caixa - oferecem os serviços por meio dos aplicativos dos celulares. De 2013 até agora, já foram fechados mais de 2 mil postos de atendimento.


O número é ainda maior quando são analisados os últimos seis anos. De acordo com o levantamento do Dieese, a quantidade total de agências das cinco instituições caiu de 19.841 para 17.730. Para manter a atual rentabilidade, segundo a consultoria alemã Roland Berger, os bancos terão de cortar R$ 24 bilhões em custos nos próximos três anos. 


Fechar agências significa demissões, além de representar perda para o próprio banco, já que pessoas utilizam agências físicas para pagar boletos, por exemplo, e são atraídas para comprar produtos das instituições. 

Itaú fecha 400 agências
Segundo o relatório do banco Safra, o Itaú fechou quase 400 agências em 2019. A direção informou que em 2020 irá diminuir o procedimento, por entender que atitude pode afetar a sua capilaridade. Parte da decisão, segundo a direção, é pelo processo de digitalização dos bancos.