Notícia

[Governo acaba com dedução de IR de domésticos]

Governo acaba com dedução de IR de domésticos

Postado dia: 14/01/2020 - 17:40

O governo Bolsonaro acabou com a dedução no IRPF (Imposto de Renda de Pessoa Física) dos gastos com encargos previdenciários de empregados domésticos. A decisão, que põe fim nos abatimentos, deve levar a demissões e acarretar em maior informalidade no setor, beneficiando apenas os mais ricos.


Para se ter ideia, no ano passado, era possível abater do Imposto de Renda até R$ 1.200,32 com gastos previdenciários dos trabalhadores domésticos. Com o fim da dedução, o governo estima arrecadar R$ 700 milhões por ano. Isso porque, entre os 1,560 milhão de trabalhadores domésticos, apenas 27% têm carteira assinada (eSocial). Esse é o menor número desde 2012 (Pnda Contínua). 


A tendência é que a informalidade deve se agravar ainda mais com o fim das deduções, uma vez que os patrões se verão obrigados a demitir os empregados. Uma lástima.


A equipe econômica de Bolsonaro ainda estuda acabar com as deduções de gastos com saúde e educação.