Notícia

[Governo quer reduzir até o auxílio-doença]

Governo quer reduzir até o auxílio-doença

Postado dia: 08/11/2019 - 12:15

Os trabalhadores vivem o pior ano da série na retirada de direitos. Nem mesmo as pessoas afastadas por motivo de doença escapam da mira do presidente Jair Bolsonaro. O governo enviou ao Congresso uma Medida Provisória (MP 891) que reduz o prazo para recebimento do auxílio-doença. O afastamento não poderá mais passar dos 120 dias. 


A MP precisa ser votada pela Câmara Federal na forma de projeto de lei de conversão (PLV). Depois, pelo Senado. Se aprovada, ficará a critério da empresa validar os atestados médicos concedido pelo INSS para pagar o auxílio ou não. O auxílio-doença é um benefício pago pelo Instituto Nacional do Seguro Social ao trabalhador que, por meio de perícia médica, comprove incapacidade de exercer a atividade devido a uma doença ou acidente. 


A medida atinge em cheio os bancários. A categoria é uma das que mais sofre com adoecimento decorrente do trabalho, principalmente o psicológico, que requer atenção redobrada. Para se ter ideia, no ano passado, 17.654 bancários tiveram de se afastar das atividades por conta de doença ocupacional.