Notícia

[Critérios da promoção por mérito na Caixa]

Critérios da promoção por mérito na Caixa

Postado dia: 07/11/2019 - 13:09

Depois de um longo processo de negociação, a Comissão Paritária da Promoção por Mérito definiu as regras para aplicação da promoção por mérito ano-base 2019. A sistemática prevê pontuação máxima de 70 pontos. 


Os critérios objetivos foram distribuídos da seguinte forma: 20 pela conclusão dos três cursos previstos no Conquiste da unidade, 5 pontos para o PCMSO (Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional) e outros 15 pontos para a frequência medida pelo Sipon (Sistema de Ponto Eletrônico).


O empregado pode alcançar até 10 pontos extras por meio de iniciativas de autodesenvolvimento. Cada curso feito e registrado no Siged – tanto na Universidade Caixa como fora dela – dá direito a dois pontos limitados a 10.


O sistema também considera critérios subjetivos, que garantem até 20 pontos referentes à nota consolidada na avaliação de competências realizada em 2019. Neste ano, o empregado não pode ter mais de quatro faltas sem justificativa. Em 2018, foram três. 


A ascensão na Caixa tem sido assegurada com muita luta do movimento sindical. Em 2014, por exemplo, o banco não discutiu o assunto com os empregados e somente com a pressão foram garantidos o pagamento de um delta para todos os promovíveis, com a inclusão da sistemática no acordo coletivo assinado em 2015.