Notícia

[Solidariedade do custeio é mantida na Cassi]

Solidariedade do custeio é mantida na Cassi

Postado dia: 01/11/2019 - 10:55

A solidariedade no custeio da Cassi foi mantida na proposta elaborada pelas entidades representativas dos funcionários da ativa e aposentados do Banco do Brasil para a manutenção da Caixa de Assistência. Quer dizer, que a contribuição permanecerá sendo cobrada pelo percentual de salário. Quem ganha mais, colabora no custeio do plano de quem ganha menos.


Os dependentes também não serão prejudicados, pois não há quebra de solidariedade na proposta das entidades para o público. O valor pago pelo BB para os dependentes dos funcionários da ativa será usado também para os aposentados. 


A proposta prevê ainda que o desembolso de um aposentado com o dependente será de 2% com limite de R$ 300,00. Se o funcionário da ativa tiver família com três dependentes, a contribuição estipulada é de 1,75%, sendo 1% para o primeiro, 0,5% para o segundo e 0,25% para o terceiro. 


As mudanças propostas pelas entidades foram aprovadas pela Diretoria Executiva e pelo Conselho Deliberativo da Cassi e enviadas para análise do Banco do Brasil. Caso seja aceita, será encaminhada para o corpo de associados apreciá-la.