Notícia

[Na educação, Brasil anda para trás. Desmonte]

Na educação, Brasil anda para trás. Desmonte

Postado dia: 12/07/2019 - 12:21

Intenções nefastas de desmonte em todas as áreas essenciais do país. A saúde, trabalho, segurança e educação são os principais alvos de Bolsonaro. Após aprovação em primeiro turno da reforma da Previdência, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, deve anunciar projeto para acabar com o ensino público gratuito nas universidades federais. 

Mais um passo para privatização da educação superior pública. O aval foi dado por Paulo Guedes. A ordem foi para que seja criado um projeto para reduzir o orçamento das universidades públicas para autorizar a cobrança de mensalidades e, assim, captar recursos na iniciativa privada.

Weintraub cumpriu e, além das mensalidade, o projeto prevê ainda redução profunda e permanente do orçamento federal para as universidades públicas, que atuariam como empresas. 

As consequências são trágicas com o baixo investimento. Novas contratações e pesquisas deixarão de ser financiadas. As universidades funcionarão como qualquer outra instituição de ensino particular. O fomento científico é desvalorizado pelo governo Bolosnaro e pelo ministro da educação. Inclusive, 30% do orçamento das universidades e institutos federais foram cortados em março. O momento é de resistência.