Notícia

[Sindicato cobra mais explicações do Santander]

Sindicato cobra mais explicações do Santander

Postado dia: 15/04/2019 - 16:05

Preocupado com as diversas mudanças anunciadas pelo Santander, diretores do Sindicato dos Bancários da Bahia se reuniram, nesta segunda-feira (15/04), com representantes das Relações Sindicais do banco, para tratar, entre outros assuntos, da mudança para o novo cargo de Gerente de Negócios e Serviços (GNS), que vai unificar quatro funções em 100% das agências. 

Na prática, parte dos caixas convencionais e agentes comerciais passarão a ser GNS 6 horas e os coordenadores e gerentes especiais de GNS 8 horas. A mudança vai englobar de 12 a 13 mil funcionários. Todos os gerentes de negócios e serviços poderão exercer o papel de caixa com limite de 30% de tempo na função. 

Para o banco espanhol, a alteração é uma forma de otimizar o tempo dos clientes, que serão atendidos pelo mesmo empregado e farão diversos serviços. Porém, para o movimento sindical a medida, que acumula funções, sobrecarrega o funcionário, deixando-o exposto a adoecimento. 

Educação financeira 
Sobre o trabalho voluntário de educação financeira aos sábados, o Sindicato da Bahia se posicionou contra. A iniciativa acontecerá em nove fins de semana, de maio e junho. A entidade acredita que a atividade pode ser transformada em rotina pelo Santander, que pode se aproveitar para prospectar produtos e clientes. 

Segundo o banco espanhol, o trabalho será feito por bancários 'voluntários'. Em todo o Brasil, a atividade acontecerá em 29 agências, sendo uma em Salvador, na unidade Pituba.

Ben Visa Vale
Também foi tratada a implantação e a rede de atendimento da nova bandeira dos tíquetes refeição e alimentação, o Ben Visa Vale, um produto do Santander. Como o último crédito feito no Alelo foi em 29 de março, os funcionários terão um prazo de 90 dias a partir da data para gastar o valor. Ou seja, no final de junho. 

A previsão é de que até 30 de abril o Ben Visa Vale tenha 102 mil locais credenciados, mesma quantidade da antiga bandeira. O número, no entanto, não significa que serão os mesmos pontos utilizados com os vales antigos, o que preocupa. 

Além dos diretores do Sindicato, participaram da reunião representantes da Federação da Bahia e Sergipe e dos sindicatos de Camaçari, Juazeiro e Sergipe. Representaram as Relações Sindicais do Santander, Fabiana Ribeiro e Andrea Zaiclan.