Notícia

[SBBA recebe denúncias nos escritórios digitais do BB]

SBBA recebe denúncias nos escritórios digitais do BB

Postado dia: 07/02/2019 - 16:19

As mudanças no modelo de atendimento e gerenciamento das agências, escritórios de varejo e estilo foram questionadas pela Comissão de Empresa dos Funcionários do Banco do Brasil à direção da instituição, durante mesa de negociação permanente, nesta quarta-feira (06/02). 


O modelo de atendimento da UNV (Unidade de Atendimento Varejo) que estava em Joinville, Ribeirão Preto, Curitiba e Belém foi ampliado para Brasília e São Paulo. Recentemente, houve a extensão para 106 praças em todo o Brasil. Também foi criada uma nova unidade para gerenciar o modelo de atendimento: a UAV.


A representação dos funcionários fez questionamentos sobre as estruturas das unidades, a ascensão profissional e a trilha de carreira, além da alteração no nível das agências.
O BB informou que não há previsão sobre a mudança no nível das undiades e que está em estudo um modelo que contemple os diversos tipos de agências e escritórios. 


A Comissão enfatizou que um dos problemas é que a quantidade de metas está maior do que o volume de clientes, uma vez que as carteiras foram migradas e muitos dos atendimentos não têm gerado conversão.


Também foi cobrado que as novas superintendências centralizadoras tenham contato com os sindicatos.
As entidades também denunciaram uma nova onda de descomissionamentos e cobraram explicações sobre os critérios, principalmente sobre a GDP (Gestão de Desempenho por Competências).


Foram citados as situações em que não há feedbacks ou anotações e também o caso de gerentes gerais que têm informado que a ordem do descomissionamento vem das novas superintendências centralizadoras no Rio de Janeiro e São Paulo.

A Comissão enfatizou que um dos problemas é que a quantidades de metas está maior do que o volume de clientes. As entidades também denunciaram uma nova onda de descomissionamentos e cobraram explicações sobre os critérios, principalmente sobre a GDP (Gestão de Desempenho por Competências).


Reunião com o SBBA
A Comissão denunciou ainda o programa de metas Conexão. Os parâmetros usados têm sido alterados. Inclusive, o Sindicato dos Bancários da Bahia tem recebido graves denúncias dos funcionários de assédio moral e pressão por metas da gestão dos escritórios digitais. O que é inadimissível.


Para tratar do assunto, que é muito grave e preocupante, e cobrar um posicionamento do banco, o Sindicato marcou reunião, na segunda-feira, às 16h, na entidade, com o superintente estadual, Amauri Aguiar, e o superintendente regional, Eduardo Moraes.