Notícia

Desemprego atinge mais 6,2 milhões brasileiros

Postado dia: 06/12/2018 - 13:54

Os reflexos da crise apresentam números preocupantes. O Brasil ganhou, de 2014 até o ano passado, 6,2 milhões de desempregados e 1,2 milhão de trabalhadores informais. Em 2017, a taxa de desemprego chegou a 12,5% enquanto que em 2014 era de 6,9%.

A SIS (Síntese de Indicadores Sociais), divulgada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) mostra ainda o quanto o negro é discriminado no país. As pessoas brancas ganham 72% a mais do que as negras. Em 2017, o desemprego entre pretos/pardos ficou mais acentuado e atingiu 14,7%. Enquanto a taxa entre os brancos foi de 10%. 

Em relação à região, o aumento na desocupação foi generalizado. O Nordeste registrou 8,5% de taxa de desemprego em 2014 e 14,7% no ano passado. Já na região Norte foi de 7,5% para 11,9%. Enquanto o Centro-Oeste passou de 6% para 10,5%. No Sudeste, a alta foi de 7% para 13,3% e no Sul quase o dobro, passando de 4,3% para 8,3%.

A SIS ainda registrou alta no desemprego por idade. Entre os que têm de 14 a 29 anos, o aumento alcançou 22,6%. Ainda ultrapassou pela primeira vez os 4% entre as pessoas com 60 anos ou mais. A taxa ficou abaixo de 2% até 2014.

Com o aumento no desemprego, a informalidade também cresceu e atingiu 37,3 milhões de pessoas. Ou seja, 40,8% da população ocupada ou dois em cada cinco trabalhadores. Desde 2014, são 1,2 milhão a mais. No ano, o trabalho informal alcançava 39,1% dos ocupados.